🔥 Popular | Latest

<p>Black history month day 17: Composer Margaret Bonds</p> <p>Margaret Bonds was born in Chicago in 1913 and grew up in a home visited by many of the leading black intellectuals of the era, including soprano Abbie Mitchell and composers Florence Price and Will Marion Cook. She composed her first work, Marquette Street Blues, at the age of five.</p> <p>Her mother gave her piano lessons and she studied composition with Florence Price and William Dawson while in school. Upon graduating high school she became one of the few black students at Northwestern University, and graduated in two years with a bachelors and Masters degree in music. She played piano with various organizations including the Chicago Symphony orchestra before eventually moving to New York City.</p> <p>In New York she met figures of the Harlem Renaissance, including poet Langston Hughes with whom she became very good friends. She set many of his poems to music. Once she sought the tutelage of famed French compositional teacher Nadia Boulanger, showing her the work she did setting Hughes’ poem “The Negro Speaks of Rivers”. Boulanger refused to teach Bonds after seeing this work, stating that she had nothing else to learn.</p>: <p>Black history month day 17: Composer Margaret Bonds</p> <p>Margaret Bonds was born in Chicago in 1913 and grew up in a home visited by many of the leading black intellectuals of the era, including soprano Abbie Mitchell and composers Florence Price and Will Marion Cook. She composed her first work, Marquette Street Blues, at the age of five.</p> <p>Her mother gave her piano lessons and she studied composition with Florence Price and William Dawson while in school. Upon graduating high school she became one of the few black students at Northwestern University, and graduated in two years with a bachelors and Masters degree in music. She played piano with various organizations including the Chicago Symphony orchestra before eventually moving to New York City.</p> <p>In New York she met figures of the Harlem Renaissance, including poet Langston Hughes with whom she became very good friends. She set many of his poems to music. Once she sought the tutelage of famed French compositional teacher Nadia Boulanger, showing her the work she did setting Hughes’ poem “The Negro Speaks of Rivers”. Boulanger refused to teach Bonds after seeing this work, stating that she had nothing else to learn.</p>

<p>Black history month day 17: Composer Margaret Bonds</p> <p>Margaret Bonds was born in Chicago in 1913 and grew up in a home visited b...

Save
@AcreditaNisso? Já sentiu dificuldade de se concentrar ao redor de pessoas batendo papo? Pode ser um efeito colateral de ter um cérebro muito criativo. É q o cérebro criativo fica mais aberto q o normal aos estímulos ao redor - e aí é mais difícil não ignorar aquele clique de caneta irritante, por exemplo. Pesquisadores da Northwestern University, nos Estados Unidos, fizeram um teste para avaliar como o cérebro de pessoas criativas reage às distrações ao redor. Primeiro, eles pediram q os participantes do estudo respondessem a um questionário q avalia o quão criativas elas são. Depois, eles monitoraram a atividade eletromagnética do cérebro usando sensores, enquanto os voluntários escutavam a um som repetitivo de cliques. O cérebro tem um sistema automático de filtragem sensorial, ele sabe q tem q parar de prestar atenção no ambiente ao redor para conseguir realizar uma tarefa q exige foco. Esse sistema entra em ação quando ouvimos barulhos repetitivos, pelo menos em um cérebro normal. A resposta cerebral ao primeiro som de clique é intensa. A partir de segundo tom, porém, o cérebro percebe q é tudo a mesma coisa e diminui a atividade cerebral dedicada ao barulho. Nos cérebros das pessoas q tiveram pontuações mais altas no teste de criatividade, o processo era diferente. O cérebro respondia com a mesma intensidade ao som repetitivo todas as vezes. Segundo os cientistas, isso mostra q as pessoas criativas possuem "vazamentos" no filtro sensorial, o q leva o cérebro a dedicar atenção ao q ele deveria perceber como inútil. Essa é mais uma evidência para a tese de o sistema de atenção dos criativos é diferente do normal e seria exatamente isso q os leva a ter percepções e ideias diferentes da maioria das pessoas. Fonte: SuperInteressante . SIGAM-ME OS BONS 👉 @Nandinhatw (ADM): Acredita Nisso? Pessoas criativas ficam mais incomodadas com barulho O/RCREDITANISSOOF 0 ACREDITANISSO @AcreditaNisso? Já sentiu dificuldade de se concentrar ao redor de pessoas batendo papo? Pode ser um efeito colateral de ter um cérebro muito criativo. É q o cérebro criativo fica mais aberto q o normal aos estímulos ao redor - e aí é mais difícil não ignorar aquele clique de caneta irritante, por exemplo. Pesquisadores da Northwestern University, nos Estados Unidos, fizeram um teste para avaliar como o cérebro de pessoas criativas reage às distrações ao redor. Primeiro, eles pediram q os participantes do estudo respondessem a um questionário q avalia o quão criativas elas são. Depois, eles monitoraram a atividade eletromagnética do cérebro usando sensores, enquanto os voluntários escutavam a um som repetitivo de cliques. O cérebro tem um sistema automático de filtragem sensorial, ele sabe q tem q parar de prestar atenção no ambiente ao redor para conseguir realizar uma tarefa q exige foco. Esse sistema entra em ação quando ouvimos barulhos repetitivos, pelo menos em um cérebro normal. A resposta cerebral ao primeiro som de clique é intensa. A partir de segundo tom, porém, o cérebro percebe q é tudo a mesma coisa e diminui a atividade cerebral dedicada ao barulho. Nos cérebros das pessoas q tiveram pontuações mais altas no teste de criatividade, o processo era diferente. O cérebro respondia com a mesma intensidade ao som repetitivo todas as vezes. Segundo os cientistas, isso mostra q as pessoas criativas possuem "vazamentos" no filtro sensorial, o q leva o cérebro a dedicar atenção ao q ele deveria perceber como inútil. Essa é mais uma evidência para a tese de o sistema de atenção dos criativos é diferente do normal e seria exatamente isso q os leva a ter percepções e ideias diferentes da maioria das pessoas. Fonte: SuperInteressante . SIGAM-ME OS BONS 👉 @Nandinhatw (ADM)

@AcreditaNisso? Já sentiu dificuldade de se concentrar ao redor de pessoas batendo papo? Pode ser um efeito colateral de ter um cérebro m...

Save
This is Hargeisa, it has a population of 1.5 million Somalis. Hargeisa is located in a mountainous area, in an enclosed valley of the northwestern Galgodon (Ogo) highlands. It sits at an elevation of 1,334 meters (4,377 feet) above sea level. Hargeisa is situated near the town of Gabiley, which serves as an agricultural centre. That town's Allay-Baday area produces tons of tomatoes and onions each month during the rainy season.(They are still experiencing drought 😢) The city of Arabsiyo is also located nearby, and is noted for its lemon production. Due to its relative fertility and greenery, (during the rainy season) wild animals come to the Hargeisa area to either breed or graze on the grassland savannah. Fauna that can be found in rural sections of the city include the kudu, wild boars, Somali wild ass, warthogs, antelopes, Somali sheep, goats, camels, and many different types of birds. There are also a number of both public and private menageries. South of Hargeisa is a grassland savannah, which attracts many types of wildlife to the area, including lions and leopards. Hargeisa is the financial hub to many entrepreneurial industries ranging from gem stonecutters, to construction, food processing, retail, and import and export firms. lovearmy: This is Hargeisa, it has a population of 1.5 million Somalis. Hargeisa is located in a mountainous area, in an enclosed valley of the northwestern Galgodon (Ogo) highlands. It sits at an elevation of 1,334 meters (4,377 feet) above sea level. Hargeisa is situated near the town of Gabiley, which serves as an agricultural centre. That town's Allay-Baday area produces tons of tomatoes and onions each month during the rainy season.(They are still experiencing drought 😢) The city of Arabsiyo is also located nearby, and is noted for its lemon production. Due to its relative fertility and greenery, (during the rainy season) wild animals come to the Hargeisa area to either breed or graze on the grassland savannah. Fauna that can be found in rural sections of the city include the kudu, wild boars, Somali wild ass, warthogs, antelopes, Somali sheep, goats, camels, and many different types of birds. There are also a number of both public and private menageries. South of Hargeisa is a grassland savannah, which attracts many types of wildlife to the area, including lions and leopards. Hargeisa is the financial hub to many entrepreneurial industries ranging from gem stonecutters, to construction, food processing, retail, and import and export firms. lovearmy
Save
@AcreditaNisso? Já sentiu dificuldade de se concentrar ao redor de pessoas batendo papo? Pode ser um efeito colateral de ter um cérebro muito criativo. É q o cérebro criativo fica mais aberto q o normal aos estímulos ao redor - e aí é mais difícil não ignorar aquele clique de caneta irritante, por exemplo. Pesquisadores da Northwestern University, nos Estados Unidos, fizeram um teste para avaliar como o cérebro de pessoas criativas reage às distrações ao redor. Primeiro, eles pediram q os participantes do estudo respondessem a um questionário q avalia o quão criativas elas são. Depois, eles monitoraram a atividade eletromagnética do cérebro usando sensores, enquanto os voluntários escutavam a um som repetitivo de cliques. O cérebro tem um sistema automático de filtragem sensorial, ele sabe q tem q parar de prestar atenção no ambiente ao redor para conseguir realizar uma tarefa q exige foco. Esse sistema entra em ação quando ouvimos barulhos repetitivos, pelo menos em um cérebro normal. A resposta cerebral ao primeiro som de clique é intensa. A partir de segundo tom, porém, o cérebro percebe q é tudo a mesma coisa e diminui a atividade cerebral dedicada ao barulho. Nos cérebros das pessoas q tiveram pontuações mais altas no teste de criatividade, o processo era diferente. O cérebro respondia com a mesma intensidade ao som repetitivo todas as vezes. Segundo os cientistas, isso mostra q as pessoas criativas possuem "vazamentos" no filtro sensorial, o q leva o cérebro a dedicar atenção ao q ele deveria perceber como inútil. Essa é mais uma evidência para a tese de o sistema de atenção dos criativos é diferente do normal e seria exatamente isso q os leva a ter percepções e ideias diferentes da maioria das pessoas. Fonte: SuperInteressante . SIGAM-ME OS BONS ➡️ @Nandinhatw 💋: Aced CANisso? Pessoas criativas ficam mais incomodadas com barulho G ACREDITANISSOO @ACREDITANISSO @AcreditaNisso? Já sentiu dificuldade de se concentrar ao redor de pessoas batendo papo? Pode ser um efeito colateral de ter um cérebro muito criativo. É q o cérebro criativo fica mais aberto q o normal aos estímulos ao redor - e aí é mais difícil não ignorar aquele clique de caneta irritante, por exemplo. Pesquisadores da Northwestern University, nos Estados Unidos, fizeram um teste para avaliar como o cérebro de pessoas criativas reage às distrações ao redor. Primeiro, eles pediram q os participantes do estudo respondessem a um questionário q avalia o quão criativas elas são. Depois, eles monitoraram a atividade eletromagnética do cérebro usando sensores, enquanto os voluntários escutavam a um som repetitivo de cliques. O cérebro tem um sistema automático de filtragem sensorial, ele sabe q tem q parar de prestar atenção no ambiente ao redor para conseguir realizar uma tarefa q exige foco. Esse sistema entra em ação quando ouvimos barulhos repetitivos, pelo menos em um cérebro normal. A resposta cerebral ao primeiro som de clique é intensa. A partir de segundo tom, porém, o cérebro percebe q é tudo a mesma coisa e diminui a atividade cerebral dedicada ao barulho. Nos cérebros das pessoas q tiveram pontuações mais altas no teste de criatividade, o processo era diferente. O cérebro respondia com a mesma intensidade ao som repetitivo todas as vezes. Segundo os cientistas, isso mostra q as pessoas criativas possuem "vazamentos" no filtro sensorial, o q leva o cérebro a dedicar atenção ao q ele deveria perceber como inútil. Essa é mais uma evidência para a tese de o sistema de atenção dos criativos é diferente do normal e seria exatamente isso q os leva a ter percepções e ideias diferentes da maioria das pessoas. Fonte: SuperInteressante . SIGAM-ME OS BONS ➡️ @Nandinhatw 💋

@AcreditaNisso? Já sentiu dificuldade de se concentrar ao redor de pessoas batendo papo? Pode ser um efeito colateral de ter um cérebro m...

Save
@AcreditaNisso? Já sentiu dificuldade de se concentrar ao redor de pessoas batendo papo? Pode ser um efeito colateral de ter um cérebro muito criativo. É q o cérebro criativo fica mais aberto q o normal aos estímulos ao redor - e aí é mais difícil não ignorar aquele clique de caneta irritante, por exemplo. Pesquisadores da Northwestern University, nos Estados Unidos, fizeram um teste para avaliar como o cérebro de pessoas criativas reage às distrações ao redor. Primeiro, eles pediram q os participantes do estudo respondessem a um questionário q avalia o quão criativas elas são. Depois, eles monitoraram a atividade eletromagnética do cérebro usando sensores, enquanto os voluntários escutavam a um som repetitivo de cliques. O cérebro tem um sistema automático de filtragem sensorial, ele sabe q tem q parar de prestar atenção no ambiente ao redor para conseguir realizar uma tarefa q exige foco. Esse sistema entra em ação quando ouvimos barulhos repetitivos, pelo menos em um cérebro normal. A resposta cerebral ao primeiro som de clique é intensa. A partir de segundo tom, porém, o cérebro percebe q é tudo a mesma coisa e diminui a atividade cerebral dedicada ao barulho. Nos cérebros das pessoas q tiveram pontuações mais altas no teste de criatividade, o processo era diferente. O cérebro respondia com a mesma intensidade ao som repetitivo todas as vezes. Segundo os cientistas, isso mostra q as pessoas criativas possuem "vazamentos" no filtro sensorial, o q leva o cérebro a dedicar atenção ao q ele deveria perceber como inútil. Essa é mais uma evidência para a tese de o sistema de atenção dos criativos é diferente do normal e seria exatamente isso q os leva a ter percepções e ideias diferentes da maioria das pessoas. Fonte: SuperInteressante . SIGAM-ME OS BONS ➡️ @Nandinhatw (ADM) ❤️😘: AGedna Nisso? Pessoas criativas ficam mais incomodadas comm barulho ssooFICIAL ACREDITANIssa @AcreditaNisso? Já sentiu dificuldade de se concentrar ao redor de pessoas batendo papo? Pode ser um efeito colateral de ter um cérebro muito criativo. É q o cérebro criativo fica mais aberto q o normal aos estímulos ao redor - e aí é mais difícil não ignorar aquele clique de caneta irritante, por exemplo. Pesquisadores da Northwestern University, nos Estados Unidos, fizeram um teste para avaliar como o cérebro de pessoas criativas reage às distrações ao redor. Primeiro, eles pediram q os participantes do estudo respondessem a um questionário q avalia o quão criativas elas são. Depois, eles monitoraram a atividade eletromagnética do cérebro usando sensores, enquanto os voluntários escutavam a um som repetitivo de cliques. O cérebro tem um sistema automático de filtragem sensorial, ele sabe q tem q parar de prestar atenção no ambiente ao redor para conseguir realizar uma tarefa q exige foco. Esse sistema entra em ação quando ouvimos barulhos repetitivos, pelo menos em um cérebro normal. A resposta cerebral ao primeiro som de clique é intensa. A partir de segundo tom, porém, o cérebro percebe q é tudo a mesma coisa e diminui a atividade cerebral dedicada ao barulho. Nos cérebros das pessoas q tiveram pontuações mais altas no teste de criatividade, o processo era diferente. O cérebro respondia com a mesma intensidade ao som repetitivo todas as vezes. Segundo os cientistas, isso mostra q as pessoas criativas possuem "vazamentos" no filtro sensorial, o q leva o cérebro a dedicar atenção ao q ele deveria perceber como inútil. Essa é mais uma evidência para a tese de o sistema de atenção dos criativos é diferente do normal e seria exatamente isso q os leva a ter percepções e ideias diferentes da maioria das pessoas. Fonte: SuperInteressante . SIGAM-ME OS BONS ➡️ @Nandinhatw (ADM) ❤️😘

@AcreditaNisso? Já sentiu dificuldade de se concentrar ao redor de pessoas batendo papo? Pode ser um efeito colateral de ter um cérebro m...

Save